Como agregar elementos naturais e leveza à decoração
 
 
GRUPO SUDATI
 
 
Como agregar elementos naturais e leveza à decoração
Inspiração    21.02.2022

Como agregar elementos naturais e leveza à decoração

A busca pelo aconchego e frescor da natureza é praticamente uma obrigatoriedade na decoração de interiores nos últimos anos e a aposta é que isso se mantenha por um longo período no futuro.


A valorização do desenvolvimento sustentável, a concepção de refúgios em meio à rotina urbana e a reconexão da sociedade com o natural agora ditam as escolhas de arquitetura e decoração. Inspire-se com algumas dicas práticas para aderir a esse movimento com sofisticação e leveza: 

1 - A madeira é imprescindível


Texturas de madeira não são uma tendência. Na verdade, são clássicos e verdadeiros curingas da decoração. O sentido de conexão com a natureza, esse sim, é novo. 
Se antes a madeira era puramente uma escolha estética refinada, agora ela também é elemento-chave para que um ambiente possa esbanjar bem-estar, acolhimento e simbolizar o natural, podendo estar aplicada nos móveis, mas também como revestimento de paredes, painéis e até mesmo no teto. A combinação com outros materiais naturais é um excelente caminho para garantir a leveza.

2 - Jardins internos


É praticamente impossível falar de elementos naturais na decoração sem mencionar o óbvio: plantas. Os jardins internos e sacadas repletas de verde são uma exigência recorrente. Sendo assim, é interessante buscar uma diferenciação, personalizando o projeto de acordo com o estilo desejado. Jardins verticais, de suculentas, cactos, pendentes, de inverno ou inseridos nos vãos de painéis ripados são bons exemplos de variações para sair do óbvio. 
Quanto mais plantas, mais o ambiente ganhará em frescor. O equilíbrio é totalmente uma questão de gosto pessoal: há quem priorize a suavidade mas também há os fãs da urban jungle. 

3 - Trabalhe com tecidos e fibras naturais


Fibras naturais ajudam a criar um aspecto de tranquilidade. Escolha tapetes, mantas, cortinas e outras peças que possuam algodão, seda, linho, lã, junco, vime ou sisal, por exemplo. 
Nesse quesito, temos a popularidade crescente do rattan, criação com fibras trançadas que dá origem a peças lindas como cestos, encostos de cadeiras, molduras, luminárias e muito mais. Essa arte compõe a identidade boho mas pode agregar personalidade a outros estilos também. 

4 - Paleta de cores inspirada na natureza e luz natural


Parece óbvio, mas pode facilitar muito o seu trabalho na decoração focar nas cores encontradas na natureza (com maior frequência), como o verde, tons de bege, cinzas minerais e terrosos. 
Os tons claros garantem a serenidade e a paz: beges suaves e off-white devem predominar se a sua intenção é tornar o espaço mais arejado. Já o verde médio ou mais intenso evoca natureza e cria espaços modernos incríveis, podendo ser também parte da composição com os demais elementos, trazendo um ponto de cor e personalidade ao projeto.
Outro pilar importante para uma decoração natural aconchegante e relaxante é a valorização da luz natural, portanto, sempre que possível, opte por janelas grandes, espaços integrados e portas duplas.

5 - Metais e pedras também são natureza e podem agregar sofisticação 


Estamos na tendência do ouro! Você pode conferir algumas dicas nessa publicação exclusiva sobre o tema.
Mas além dele, falando em materiais naturais, temos o cobre como um elemento importantíssimo, um dos primeiros a serem manipulados pelo homem. Seu tom avermelhado é excelente para compor com os demais elementos e já é um verdadeiro clássico que se adequa aos mais diversos estilos decorativos. Outra textura em alta é a do mármore, entre as pedras, provavelmente a que melhor proporciona um clima natural, sofisticado e de impacto. Surpreendentemente equilibrado em composições com verde e madeirados.

Gostou do conteúdo? Explore mais dicas e novidades no blog e não esqueça de nos seguir no Instagram: @sudatipaineis.

 
COMPARTILHE
 
 

Cadastre-se em nossa Newsletter e receba novidades.