Em clima de Sampa: como explorar e tirar o melhor de padrões unicolores
 
 
GRUPO SUDATI
 
 
Em clima de Sampa: como explorar e tirar o melhor de padrões unicolores
Inspiração    03.09.2021

Em clima de Sampa: como explorar e tirar o melhor de padrões unicolores

Você sabe como explorar os padrões unicolores para criar um ambiente monocromático criativo e autêntico?

O mais recente lançamento da Sudati é o padrão Sampa, um cinza médio de fácil combinação, moderno, autêntico e cheio de possibilidades: apropriado para cozinhas, quartos, salas e ambientes institucionais combinando com madeiras, híbridos e pedras.
Junto com os já consagrados Amazônia, Floripa, Manhattan, Santiago, Havana, Argel e Cambiasi, temos a linha Unicolores, de tons homogêneos e monocromáticos. É sobre essa linha, suas tendências e possibilidades que vamos falar hoje.

Ambientes monocromáticos

Longe de serem monótonos, os ambientes monocromáticos são excelentes quando a intenção é demonstrar sofisticação. É uma linha de design já consagrada, muito associada ao minimalismo (embora não seja uma regra), que se baseia na escolha de uma cor única para o ambiente como um todo, podendo ser aplicada a todos os elementos (geralmente utilizando diferentes tons), ou de forma predominante, mas com a inserção de outras cores básicas e complementares, desde que o espaço transmita a sensação monocromática. 
Essa composição é excelente para criar ambientes contínuos e integrados, já que a cor protagonista cria uma unidade e torna os limites entre espaços algo imperceptível.


Para criar um ambiente assim, é necessário se atentar a alguns detalhes importantes: o mix de nuances e texturas é essencial nessa proposta, pois a ideia é criar uma atmosfera ousada e criativa, onde mesmo tendo uma cor guia, é possível encontrar suas mais variadas versões e dar protagonismo às formas e acabamentos. Ferramentas além dos itens de decoração podem ser as pinturas na parede (formas, degradês, molduras, entre outras) e texturas ou aplicações, como brises, painéis ripados ou furados, lambris e padrões aplicados no teto.


Em espaços monocromáticos, a escolha da cor torna-se mais desafiadora, pois é necessário pensar melhor em cada detalhe e considerar o objetivo do ambiente (a necessidade de concentração, criar impacto, priorizar conforto, etc.). Cozinhas, por exemplo, podem ser mais ousadas, pois têm uma característica de rotina dinâmica. Esse ambiente tem sido grande destaque em projetos de arquitetura e decoração, justamente porque é um excelente candidato para demonstrar a personalidade dos moradores ou proprietários. O Loft Naturalle, do arquiteto Michael Zanghelini, exposto na CasaCor SC 2021, é um exemplo perfeito. Utilizando o MDF Amazônia na cozinha, ele criou um espaço expressivo e sofisticado de conexão com a natureza.


É claro que as premissas básicas permanecem: tons claros ampliam, iluminam, dão a sensação de limpeza e ventilação, enquanto tons escuros são mais intimistas, transmitem aconchego e são mais dramáticos. Cores vibrantes são mais modernas e cores suaves são mais clássicas.
Mas é importante lembrar que propostas monocromáticas podem se valer de tons neutros complementares, como o branco, preto, cinzas e beges (usados com cuidado em locais estratégicos para que não roubem o protagonismo da cor principal). E uma grande aliada para enriquecer a composição é a madeira, que se encaixa perfeitamente por ser um elemento natural, não dependendo de combinações específicas e sem interferir no aspecto geral do espaço - além disso, existe um portfólio de padrões extenso que vai dos tons mais claros aos mais escuros, entre amarelos, castanhos, rosados, avermelhados, acinzentados e pretos, que pode se aproximar até mesmo da cor e do tom dos demais elementos.


Cinza em destaque

Há tempos visto como tendência e depois de ganhar destaque em 2018, no Salão de Móveis de Milão, o cinza se estabeleceu como grande aposta da arquitetura e decoração. Com pegada urbana, moderna e sofisticada, temos visto os mais diversos ambientes com o cinza como protagonista. Nesse cenário, a Sudati traz o Sampa: um neutro de personalidade, agradável ao olhar e versátil, que recebe e exalta os diferentes elementos e estilos de decoração.


Outros caminhos possíveis

Se fizemos você pensar que os padrões unicolores só se aplicam a ambientes monocromáticos, este é um lembrete do contrário. As possibilidades são infinitas: justamente por serem homogêneos, eles se complementam em muita harmonia com padrões madeirados e texturizados. Podem ser protagonistas ou elementos pontuais na composição. Em espaços mais neutros, podem ser um elemento de destaque. Ou, ainda, serem a base para receber itens vibrantes e de impacto. 
Como sempre, a sua criatividade dita as regras! 

Para mais dicas e inspiração, continue navegando em nosso blog. 

 
COMPARTILHE
 
 

Cadastre-se em nossa Newsletter e receba novidades.